Dicas de Saúde

AVALIAÇÃO FUNCIONAL RESPIRATÓRIA

A avaliação funcional respiratória faz parte da consulta fisioterapêutica respiratória especializada que, a partir de anamnese, exame físico e exames fisioterapêuticos complementares, identifica aspectos relevantes da função respiratória do paciente como tipo de tórax, padrão respiratório, expansibilidade torácica, eficácia da tosse e do fluxo expiratório, mobilidade tóracoabdomina, força muscular respiratória, força de preensão palmar e capacidade funcional de exercício possibilitando um planejamento terapêutico individualizado e específico para as necessidades de cada paciente.
Existem vários exames complementares que o fisioterapeuta pode usar durante a sua avaliação para melhor elaborar o diagnóstico cinesiológico-funcional, dentre estes destaca-se pico de fluxo expiratório, pico de fluxo de tosse, manovacuômetro, cirtometria, handgrip, TSL e TC6min.

O PICO DE FLUXO EXPIRATÓRIO

Trata-se de um teste simples e rápido que permite ao fisioterapeuta avaliar sinais de obstrução de vias aéreas e monitorar possíveis distúrbios pré-existentes que possam apresentar episódios de exacerbação, que irá dirigir a tomada de decisão sobre a terapia respiratória a ser implementada. O PICO DE FLUXO DE TOSSE é uma medida simples e objetiva da capacidade gerar fluxo de tosse e é realizado em conjunto com o exame do pico de fluxo expiratório. Durante o exame o fisioterapeuta consegue identificar se a redução do pico de fluxo de tosse está relacionada com dificuldades na fase inspiratória, na fase de fechamento glótico ou na fase expiratória expulsiva da tosse. Este é um marcador importante para pacientes que apresentem disfagia como consequência de patologias neurológicas, sequelas pós-operatórias ou uso de via aérea artificial por período prolongado.

 

AVALIAÇÃO DIGITAL DA FORÇA MUSCULAR RESPIRATÓRIA 

Também chamada de Manovacuometria  faz parte da avaliação funcional respiratória, pois é parte essencial do diagnóstico cinesiológico-funcional da respiração. Neste exame avalia-se a força e a endurance dos músculos inspiratórios e expiratórios. Estes resultados permitem ao fisioterapeuta planejar com precisão o treinamento destes músculos e organizar a progressão de carga de maneira individualizada cada perfil de paciente atendido, seja performance atlética, para a prevenção em saúde e para reabilitação em patologias que comprometam a função destes músculos.

 

A AVALIAÇÃO DA MOBILIDADE TÓRACO ABDOMINAL

Esta avaliação tem por objetivo verificar de maneira objetiva a expansibilidade tóracoabdomina. Ela auxilia o fisioterapeuta a entender melhor o componente do movimento da caixa torácica e a dinâmica de movimento do diafragma, e, a partir dos índices em cada ponto (nível axilar, xifoide, basal e umbilical) organizar os exercícios para o componente elástico do tórax de maneira específica e individualizada.

O componente muscular periférico podemos avaliar a FORÇA DE PREENSÃO PALMAR que é um preditor de força muscular global e sua redução está relacionada a pior desempenho funcional em idosos e pacientes com baixa capacidade funcional. Faz parte da avaliação funcional em idosos e pacientes cardiopatas e pneumopatas.

E o TESTE DE CAMINHADA EM SEIS MINUTOS é um teste submáximo de esforço que consegue triar a capacidade funcional a atividades naturais ao ser humano, como caminhar. Este teste é essencial na avaliação de cardiopatas, pneumopatas para avaliar as condições e melhor prescrever a intensidade do exercício a ser prescrito. Também pode ser usado como preditor de melhora funcional durante o processo de Reabilitação. E ainda o TESTE DE SENTAR E LEVANTAR que é um teste funcional de avaliação da força muscular de membros inferiores. É usado para triagem funcional em idosos e para avaliar desempenho da força muscular dos membros inferiores, inclusive verificando o comportamento da saturação de oxigênio durante a realização deste teste. Estes exames fisioterapêuticos fazem toda a diferença para uma abordagem individualizada e integral do paciente.

Juliana Loprete Cury –

Fisioterapeuta especialista em Fisioterapia Respiratória

Previous ArticleNext Article

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *